Informativo On-line

SINFAC RS realiza encontro de FIDCs

O Sindicato das Sociedades de Fomento Comercial – Factoring do Estado do Rio Grande do Sul (SINFAC RS) promoveu na tarde de 23 de setembro, a partir das 14 horas, o encontro com os empresários de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) para avaliarem o mercado na pandemia e pós-pandemia, de forma presencial, no Novotel Aeroporto, em Porto Alegre.

O Vice-Presidente do Sindicato das Sociedades de Fomento Comercial – Factoring do Estado do Rio Grande do Sul (SINFAC RS), o Sr. Alexander Pinto Bley, abriu o evento dando as boas-vindas em nome do Sindicato: “gostaria de agradecer a presença de todos, a presença do Daniel, para vir aqui a Porto Alegre e falar com os empresários de Fundos e algumas Securitizadoras também. O objetivo de sempre do SINFAC RS é promover esses encontros para que a gente possa trocar ideias, escutar por parte da Singulare como está o mercado, quais são as projeções para o futuro, as dificuldades que encontramos no dia a dia”.

O Diretor do Banco Singulare e Sócio da Grafeno Digital, Sr. Daniel Doll Lemos, iniciou a sua explanação dando algumas informações: “temos 400 FIDCs dentro da Singulare, divididos em 232 FIDCs normais, padronizados e 168 não padronizados. Não temos novos fundos entrando no mercado. Temos um crescimento menor, menos significativo do que foi nos anos anteriores. Estão abrindo muitos fundos? Em três anos, foram 70. De uma maneira geral, o grande crescimento foi até 2019 e hoje temos a consolidação deles. Talvez a concorrência seja entre os fundos já existentes”.

O Diretor do SINFAC RS, Sr. Northon Menegon, agradeceu a presença do Diretor Lopes, assim como todas as informações compartilhadas por ele com o grupo.

O Presidente do SINFAC RS, o empresário Dr. Marcio Aguilar, fez algumas considerações antes de encerrar o encontro: “primeiro, um dado importantíssimo foi a questão da curva da inadimplência dentro da pandemia e pós-pandemia, que era algo que preocupava bastante o mercado, como ia ser a liquidez após ficar com a suspensão da atividade empresarial do Brasil. Segundo ponto, nós comemoramos agora no dia 16, 30 anos do Sindicato, fizemos um pequeno evento para a Diretoria, para não deixar de registrar a data. A pandemia já passou, mas temos consequências disso ainda, como por exemplo, no trato pessoal, no comportamento, nas regras do distanciamento, então, se continuarmos aí nessa estabilidade, talvez consigamos fazer o encerramento do ano com todos os senhores juntos, como é uma prática do Sindicato fazer um encontro festivo de final de ano. Até lá, a gente deseja a todos bons negócios, que os índices de inadimplência continuem dentro dessa serenidade. Daniel, obrigado pela sua vinda. Toda vez que batemos lá, o Northon é nosso chanceler, quando se trata da proximidade com a Singulare, é quem faz o nosso contato e quem está sempre buscando novidades para o Sul”.